ladob-amputado

Cuidados gerais com o coto amputado

Por Dra. Dariene Rodrigues

O coto é a parte do membro que permanece após uma amputação e, para uma boa cicatrização é importante ter alguns cuidados como manter o coto sempre limpo e seco ou massagear o coto com creme hidratante.

A amputação pode ser realizada devido a má circulação em pessoas com diabetes, tumores ou traumatismos provocados por acidentes. As partes do corpo que podem ser amputadas são dedos, mãos e braços, pés ou pernas, e a cicatrização do coto demora entre 6 meses a 1 ano e a aparência da cicatriz vai melhorando a cada dia que passa.

A higiene do coto após uma amputação deve ser feita diariamente e inclui:

  • Lavar o coto: o coto deve ser lavado com água morna e sabão neutro pelo menos 1 vez ao dia;
  • Secar o coto: deve ser seco com uma toalha macia, sem raspar na cicatriz;
  • Fazer massagem em torno do coto: o paciente deve aplicar creme hidratante no coto, como óleo de amêndoas doces, por exemplo, fazendo uma massagem em torno do coto, pois além de hidratar a pele, prevenindo a sua descamação, melhora a circulação e flexibilidade da pele.

Os pacientes com membro amputado devem evitar lavar o coto com água muito quente e usar produtos químicos, inclusive álcool, pois seca a pele, atrasa a cicatrização e promove a fissura da pele.

Alguns pacientes que têm maior chance de suar devem lavar o coto várias vezes ao dia, de manhã e à noite, por exemplo.

Além dos cuidados de higiene, alívio da dor e enfaixamento do coto, a pessoa com amputação deve:

  • Manter o coto sempre em posição funcional, tal como fazia quando tinha o membro completo, para manter a mobilidade;
  • Exercitar o coto, fazendo pequenos movimentos todos os dias várias vezes ao dia para manter uma boa circulação;
  • Mudar de posição do corpo, para evitar contraturas várias vezes ao dia;
  • Não por o coto pendurado fora da cama ou cruzado sob as pernas, nem por objetos pesados sob o coto;
  • Tomar banhos de sol, para receber vitamina D e fortalecer o osso e a pele do coto;
  • Evitar pancadas e ferimentospara não prejudicar a cicatrização do coto.

Além destes cuidados, fazer uma alimentação rica em alimentos cicatrizantes, e beber muita água ajuda a manter as células da pele e dos tecidos hidratadas e saudáveis, facilitando a cicatrização e prevenindo infeções.

O paciente com um membro amputado deve ir ao médico quando:

  • Tem calor, coceira e vermelhidão no coto;
  • Sair liquido amarelado pela cicatriz;
  • O coto apresente odor desagradável;
  • Tenha o coto frio, mesmo usando meias de compressão;
  • Apresenta ínguas, próximas do local amputado, vermelhas e inchadas;
  • A pele do coto está cinzenta ou azulada.

Estes sinais alertam podem indicar infecção ou a circulação daquela região do corpo estar comprometida, sendo necessário o médico avaliar a situação e adequar o tratamento.

 

Já conhece a TECNOLOGIA do JEANS MEGAFLEX das calças e bermudas adaptadas e personalizadas da Lado B Moda Inclusiva para amputados? Confira!

amputado-ladob-modainclusiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *